sexta-feira, 19 de abril de 2013

Uma viagem de trem

Imagem da Internet

Sempre fui de ser assim... de se importar muito pouco com tudo aquilo que as pessoas se importam.
Por que geralmente tudo aquilo que as pessoas jogam os olhares não correspondem aos meus objetivos de vida.
E vamos combinar uma coisa, quem fica muito só de olhar o trem passar não faz viagem alguma. Não é verdade?
O bom da vida é viver!
O que não significa que devamos ignorar todas as pessoas próximas, mas, pra segurança da nossa felicidade e bem viver, optar por fazer nossas próprias escolhas.
Neste momento pode vir a pergunta: e se eu errar?
Terei oportunidades para acertar.
Quem disse que a vida é lógica e cheia de certezas? Não haveria graça alguma viver assim.
O segredo está justamente no fato de que nós nunca saberemos o que poderá acontecer, exceto se ousarmos viver. Ai teremos resultados exatos das nossas próprias experiências.
A vida é isso, um convite pra se viver. Uma viagem na qual temos a opção de ver passar sem nada fazer.
Ahhh.... mas cá pra nós, é melhor entrar na viagem e seguir, e ao invés de ficar tentando adivinhar o poderia acontecer, conferir o que acontece.


Cristina Lira