quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Eu agora tenho anticorpos

Imagem da Internet


E hoje sou forte, muito forte!
Não é qualquer um que pode ir entrando na minha vida, fazendo bagunça e tirando a ordem dos meus livros na minha estante.
Isso, na realidade não é permitido a ninguém.
Na minha vida há espaço para todos.
Mas já na porta de entrada há uma placa que diz:

Quer entrar, entre.
Fique a vontade.
mas se suas intenções não forem boas é melhor voltar.
Agora tenho anticorpos contra tudo aquilo que poderia estragar o meu encanto que é viver e existir.

Quer me amar, me ame. Do contrário não terei problemas em me despedir, e ver você partir.


Cristina Lira






Minha alma confessa

Imagem da internet




Oh! Minha alma, aquieta-te em mim
Despende dessa situação
E caminha em paz, se é que consegues

E minha alma a gritos abafados diz que te ama
Mas isso não pode ser
Ela teu nome chama, da noite ao alvorecer
Mas teus ouvidos longe, não poderiam entender

E minha alma confessa que sabe
Que de tanto que confessa ao universo esse amor
Sua alma também já sente
O sentir que dá minha se apoderou...

Cristina Lira


Imagem da Internet



Guardando na memória

Imagem da internet


Arquivando os bons momentos...

Cristina Lira


Passando com meus sonhos

Imagem da internet

Com licença, mas estes são os meus sonhos, e eles são só meus.
Permita-me passar com eles.
Pois este espaço, o de sonhar, é só meu!

Dá licença aí... que já vou indo realizar alguns...
Ah! Não me pergunte nada, não saberia dar respostas previsiveis sobre eles.


Cristina Lira



Filme da vida



Imagem da Internet


A vida é um filme onde todos os personagens morrem!

Cristina Lira




Fugi dos moldes



Imagem da internet



Sinto muito se não agrado!
Sinto muito se não caio dentro do padrão que você idealiza.
Realmente, não estou nenhum pouco preocupada com isso.
Minha preocupação é em existir e fazer valer a pena essa existência.
E não ser escrava da personalidade que a sociedade quer criar em mim.
Sinto muito se fugi dos moldes!
Não me olhe como quem procura algo normal de ser, pois posso parecer um tanto anormal.
O que pensam sobre mim, respeito.
Mas não levo esses pensamentos para meu dia a dia.
Até por que, se alguem está observando demais, perdendo tempo fazendo analises em minha personalidade é alguém que deixa sua própria vida passar enquanto observa, aponta e julga o modo de viver dos outros.
Só importa a mim:
Se eu chorar demais ou não chorar de forma alguma;
Se sorrir demais ou permanecer imparcial;
A única diferença é que devo saber ser no lugar em que esteja.
Quanto ao resto desse ser eu, só diz respeito a mim...
Se perdes tempo tentando encontrar lógicas, sinto muito, pois perdido ficarás num labirinto.
O modo de existir de cada ser é bem particular.


Cristina Lira


Momentos sem sabor


Imagem da Internet


Aprendendo a conviver com os acontecimentos desagradáveis da vida!


Cristina Lira





terça-feira, 25 de setembro de 2012

Quando os que amamos partem




Imagem da Internet



Quando aqueles que amamos se vão

Parte deles ficam conosco

E uma parte nossa se vai com eles...



Cristina Lira
(Saudades eternas do meu companheiro na area das ciências e amigo Vanderlan Félix)





domingo, 23 de setembro de 2012

A vida é cheia de acontecimentos estranhos


Imagem da Internet

Não sei até que parte da estrada conseguirei chegar. Mas creio que o importante é continuar caminhando. E suportando os espinhos e confortando-se nos momentos de pétalas. Muitas pessoas nos surpreendem, e algumas delas de forma impactante e negativa. Com ações e palavras que nos emudecem as vezes e outras nos tiram do sério. Quanto mais se vive mais se aprende, isso é fato. O que seria maior em nossas vidas? As alegrias ou as tristezas? Passamos mais tempo reclamando ou tentando dar um jeito no que está precisando de reparos? Desfazendo amizades ou valorizando os amigos? Em busca de aventura ou de amor? Os outros estão errados ou nós que somos exagerados querendo sempre tudo do nosso jeito?
Não sei até que parte da estrada conseguirei chegar.
Não sei quantas vezes ainda irei ver o sol nascer e se mesclar aos horizonte.
Mas sei que estou tentando sentir cada passo que deixo dessa estrada. E sei que não sigo sozinha, e isso me tira o medo. A vida não seria tão especial se em cada desafio, em cada dor, não aprendessemos. Nada teria o mesmo sabor se não houvesse essa mistura fantástica de temperos. Os sorrisos não seriam tão sinceros não fossem os amigos. Nos sentiríamos sem teto, não fosse a família.
E seguindo nesta estrada, quem sabe, assim...de uma hora pra outra...alguem me encontre e passemos a partilhar de um mesmo caminho, de uma mesma vida, os mesmos sonhos...até sermos um.
E até acho bom não ver o fim dessa estrada, por que temo que é ai que a história perde toda a graça.

Cristina Lira





Tenho um segredo

Imagem da Internet


Tenho algo pra contar, ou seria confessar, ou os dois
Um segredo que me enche de vida
Um segredo que me dá um certo temor
Nele me sinto menina, mas reconheço a mulher que sou

Um segredo que me faz o lado gostoso e de paz da vida
Me faz sorrir sem tempo ruim ou dor
Alguns até arriscam e afirmam
Não é de morte teu segredo, mas de amor

Quando meu mundo desaba
Quando as horas não passam, e nada flui
Meu segredo de mim se apodera, me toma, me leva
A um mundo de paz, diferente de todos que fui

Mas o que tenho a contar não interessa ao mundo
Mas apenas a uma pessoa desse mundo
Este sentir é tão forte, mas não tenho pretensão
De usar de nenhuma fala pra declarar essa emoção

E não vai saltar de mim essa onda doce de emoção
E num abraço ela se derramaria nos braços
Da causa de todo esse embaraço
Meu segredo de por de sol...


Cristina Lira








sábado, 22 de setembro de 2012

Se eu morresse amanhã


Imagem da Internet


Se eu morresse amanhã!
(Álvares de Azevedo) 

Se eu morresse amanhã, viria ao menos
Fechar meus olhos minha triste irmã;
Minha mãe de saudades morreria
Se eu morresse amanhã!

Quanta gloria pressinto em meu futuro!
Que aurora de porvir e que manhã!
Eu perdera chorando essas coroas
Se eu morresse amanhã!

Que sol! que céu azu! que doce n’alva
Acorda a natureza mais louçã!
Não me batera tanto amor no peito
Se eu morresse amanhã!

Mas essa dor da vida que devora
A ânsia de glória, o dolorido afã…
A dor no peito emudecera ao menos
Se eu morresse amanhã!


***

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Meu outono




Imagem da Internet


Entrando agora, suavemente, no meu outono
As vozes vão silenciando, uma calmaria se estabelecendo
Vou perdendo tudo aquilo que me pesa
Me livrando de tudo aquilo que não me acrescenta


Guardando boa parte das minhas energias
Das situações que poderia desperdiça-la
Estou entrando agora no meu outono
Sensações que se vão em passo de balé


O que estava ao meu alcance fiz
Mas neste meu outono, sigo um ciclo
Onde repouso,a espera da minha primavera
Este é meu período de cuidado, lembrar de mim


A brisa passa leve, silêncio se faz, luzes se apagam
De olhos fechados e sorriso suave,
Concentro-me na minha existência
Cuidando do meu solo interno, removo as ervas daninhas


Encurvo-me e deixo-me viver o outono
Sentindo cada golpe do  inverno que se instala
E sou tomada pelo meu outono...
É preciso, antes que chegue a primavera...



Cristina Lira






Posso sonhar

Imagem da Internet


Talvez isso nunca aconteça!
Mas ainda posso sonhar...

Cristina Lira



Meu império

Imagem da Internet

Ah! Me deixa brincar com as palavras
Que há de mal nisso?
Me deixa escrever das coisas possiveis e impossiveis
E nas frações desse mundo de encanto
Onde a palavra escrita ganha um reino
Vou te contando os segredos do meu império
Quem sabe descubras
Que dele és parte
Me deixa brincar com as palavras aqui
Que há de mal nisso?


Cristina Lira



Impossivel de ser




Imagem da Internet


Ah! Coração que me confunde
Que desembaralha todos os termos
Que há contigo que implicas comigo
E me mergulhas num sentimento assim

Para com essa mania de independência
Vives como se não fosses parte de mim
Ou sou eu a igorante
Por não entender que o que sinto parte é de mim

Não..não dessa forma,
confesso
Fecho os olhos, suspiro,
e sua imagem me vem a mente

E apenas aceito o destino
Já escrito para o que nunca começou
Por que é impossível, não irão poder narrar
Mais essa que poderia ser uma história de amor

Cristina Lira







segunda-feira, 17 de setembro de 2012

De pé na estrada, na minha estrada...

Imagem da Internet

Um pouco cansada dos mesmos caminhos, das mesmas palavras.
Dos mesmos rostos me assombrando toda noite como espiritos sem luz.
Cansada dos palpites de quem não entende minhas metas e nem se quer imaginam por onde estou construindo meu caminho.
Assustando alguns por não estar entrando nos padrões que querem.
Não...não..nasci para ser colocada em moldes ou ser uma raiz determinada.
Sou o número que participa do infinito.
A letra que não tem no alfabeto.
O rastro que o vento apagará.
Mas sou o que quero ser, em considereção e amor a todos a volta.
Mas jamais serei o que todos a volta esperam que eu seja, por que apenas eu e mais ninguem sei do meu caminhar, apenas eu sei a quantidade de espinhos que perfuraram meus pés, as lágrimas que irrigaram as minhas terras secas.
Portanto, vou passando.
Desculpe-me se não pedir opinião. Mas ajuda bastante se sempre estiver junto...juntos em amizade e amor.
Todos sempre estarão nas minhas melhores coleções do album da vida.
Então...eu estou seguindo, e estou feliz, muito feliz.
E caso alguem tente sabotar meus planos, primeiro precisará de um mapa para encontrar meu caminho, e este, sou eu...


Cristina Lira







Doce sensação

Imagem da Internet

Sabe, é aquela sensação boa de que há algo acontecendo, mas você ainda não sabe bem o que é. Só sabe que é bom e deseja que pelo menos mais uma pessoa esteja sentindo o mesmo!


Cristina Lira







Cada letra deixada aqui



Imagem da Internet




Vão, de mansinho, minhas palavras ao teu encontro

E quanto diante de ti chegarem irão procurar teu coração

Elas vão com a ordem de lá entrar e soprar

As verdades que sondam o meu coração

Vão, minhas palavras de mansinho

E quando enfim te encontram te cercam com carinho

O carinho do afago do abraço que não foi dado

Elas caem em tua face e deslizam em teus olhos

Coletando lágrimas de tristezas se houverem

Depois escorrem na tua boca e se demoram um pouco mais

E nos teus lábios traduzem aos meus o sabor do seu beijo

Enquanto derrama em ti o meu desejo

Vão minhas palavras, de mansinho penetram em teu coração

Te deixando tatuagens na pele

E lá provoca calor pelo sentimento que elas carregam

E vão, minhas palavras, sendo absorvida pelo teu ser

E me tomas pra ti quando absorves cada letra deixada aqui.


Cristina Lira





Maturidade

Imagem da Internet


Maturidade!!!
Precisamos...
Somos seres em constante evolução, por todos os ângulos da existência!


Cristina Lira



Não se aplica hoje

Imagem da Internet

Sapatos de cristal esquecidos?
Provar de maça com veneno?
Sofrer pelo principizinho?

Ah! Alguns comportamentos simplesmente não dariam certo para as mulheres de hoje!
Mas não dariam mesmo!!!

Talvez para algumas que veem os homens como fonte de renda básica.
Mas para as mulheres que tem seu valor, sua autonomia e tem um Homem em sua vida simplesmente por ama-lo e valoriza-lo e recebem a mesma valorização. Elas sabem da importancia que tem em suas vidas, mas antes de mais nada e antes mesmo de qualquer um sabem que elas são importantes e devem amar-se em primeiro lugar e não viver de sacrificios e entregues a relações sofridas.


Cristina Lira



Ei, que história é essa?

Imagem  da Internet


Ei, que história é essa de infelicidade
Que história é essa de pranto além da necessidade
Que urgências te atordoam tanto assim

Ei, é fato que as situações em que existimos
Exige de nós coragem e determinação
Mas não é ficando aos prantos que virá a solução.

Isso, poe sorriso na cara, sorriso bonito
Deixa a alma livre para habitar em você
Vai contornando essas linhas borradas
As horas tão mal gastas, em horas vividas em amor.


Cristina Lira


 

domingo, 16 de setembro de 2012

Senhores casais




Imagem da Internet




Senhores namorados e namoradas, este relato abaixo foi de uma jovem nos seus últimos dias de vida, padecendo de um câncer, escreveu a seu namorado um desabafo. Ela o amava, o namorado a amava também, mas sempre dedicava todo tempo disponível ao trabalho, aos amigos, às vezes ficava em casa sem fazer nada e mesmo assim, só dedicava ao amor que sentiam o tempo que sobrava, os momentos que restava. A namorada, infelizmente, adoeceu, e não contou ao namorado, já que ele pouquíssimas vezes estava presente em sua vida. E nos últimos dias, sofria pela doença e sofria por amar uma pessoa egoísta, mas que ela acreditava que pudesse mudar. Até onde sei ela faleceu três semanas após escrever este desabafo. E dias depois da morte da jovem o namorado recebeu das mãos da mãe dela uma carta, leu...e lágrimas lhe percorreram toda a face, e aos soluços gritava por perdão...perdão...perdão...
A culpa da morte da jovem, logicamente não foi a ausência do rapaz.
Mas a tristeza que a acometia era devido a situação em que viviam.
Após isso, ele começou a viver mais, trabalhando apenas o necessário, e aprendeu, embora na dor, a valorizar as pessoas a sua volta, aqueles que o amam de verdade.

Sabe, estou sendo forte uma vez mais.
Será que teremos mais um dia?
Você sempre faz tudo como se a vida fosse eterna.
Elabora teus planos, traça tuas metas, e não há nada de errado nisso.
É triste apenas por que nós nunca estamos nos teus planos,
Você sempre nos deixa nas ultimas das situações.
As vezes chego a não entender, por que você me escolheu para estar ao seu lado.
Se você se mantém tão distante.
Amor!
Se é que consegues compreender a grandeza dessa palavra e desse sentimento.
Por favor, me deixa só se for para estar nos transformando nisso tudo.
E sabe o que é pior nisso tudo, eu sinto tua falta.
Eu sinto falta do calor dos nossos abraços, dos nossos breves momentos de conversa.
Sinto falta dos risos leves.
Mas você sempre está preocupado com as coisas passageiras.
Nos esquece por dias, as vezes por semanas.
As vezes quase um mês.
Você se envolveu tanto com os frutos passageiros do mundo, que nem percebeu.
Se você percebesse...
O sol nasce todos os dias
E ao se por, o colorido que é desenhado no horizonte é indescritível.
A noite, as sombras delicadas dão um ar de mistério a tudo.
As gargalhadas das crianças brincando livres...
Se você pudesse notar...há tantas coisas verdadeiras que produzem felicidade verdadeira
Se você pudesse notar o quanto te amo!
Se você cuidasse mais do nosso amor...
Eu não estaria, nos últimos dias da minha vida, em meio às lágrimas, escrevendo estas palavras doloridas. Estaria te esperando em casa, feliz...
Mas você não vem, você nunca vem.
Você liga,e  ... desmarca nossos compromissos.
Por que você me escolheu para estar ao teu lado?
E quando você chegar, espero que não seja tarde.
Tarde pra nós dois.
Mas que você tenha tempo de reconhecer que não vale trocar as pessoas que amamos pela fama, pelo sucesso ou pelo dinheiro.
Que não vale deixar quem se ama, esperando...e esperando...
Por que a cada espera meu coração dói mais. A cada espera um pouco de minha vida se vai!
Eu sempre te amei...
(Por Passos Silenciosos)

Cristina Lira



 

Não quero um amor


Imagem da Internet



Não quero um amor frustrado
medido nos padrões sociais
Não quero um amor medido
tema de novela e capa de jornais

Não quero um amor egoísta
Que apenas pensa em receber
Quero um amor maduro
Que também saiba ceder

Não quero um amor materialista
Que só pense no ter
Quero um amor que saiba amar
A existência do ser

Não quero um amor que diga "te amo"
Como quem diz "bom dia"
Quero um amor que diga "te amo"
E  seja comigo todo dia

Não quero um amor de aventura
Prefiro paz e serenidade
Um amor que não produza amargura
E seja fiel a verdade

Não quero um amor que não saiba ser forte
Que tenha coragem de enfrentar desafios
Que acredite em Deus e não na sorte
Que deixe Deus tecer os seus fios.

Cristina Lira



http://passossilenciosos.blogspot.com





Doce sensação de paz

Imagem da internet

Doce sensação de paz
Equilíbrio restaurado!
A paz que preciso em mim o mundo não oferece, e não tem meios pra isso.
A paz que necessito no meu ser deve nascer em mim e transbordar de mim
Deve nascer genuinamente na essência do meu ser, apenas assim é verdadeira
Nada nem ninguém pode remover sentimentos que nos fazem bem
Exceto quando permitimos que tenham poder em nossas vidas para isso.


Cristina Lira




Amigo...

Imagem da Internet



Sua amizade!
Um verdadeiro presente de Deus na minha vida
Um amor imenso e puro
Que foge a qualquer medida.

Sua amizade um tesouro de valor
Quando a recebi das mãos celeste
Fiquei sem saber o que fazer
Onde abrigar tamanho tesouro?

Entre tantos lugares que em minha mente surgiram
Um me pareceu mais seguro que todos
E com muita dedicação e emoção
Guardei tua amizade no meu coração

Amigo, mais que irmão
Amigo, querido e amado
Onde quer que estejas
Estarei, mesmo distante, ao teu lado.

Nossa alma tem sintonia
Nosso riso natural é homogêneo ao universo
Nossas horas de conversas
Não caberiam em meus versos

Eu pensei homenageá-lo mas me faltaram as palavras
Meu sentimento por ti é imenso, e portanto
Numa frase simples e singela declaro
Amigo, próximo mais que irmão, te amo...


Dedico cada trecho acima a todos os meus amigos, em especial, aquele que chegou mudando minha vida com uma amizade linda de se viver. Ser humano de valor, digno, de fé e cheio de amor para transmitir ao seu próximo! Em especial, essas palavras são pra você Bruno Henrique, obrigada por sua presença e amizade meu presente de Deus.
Com carinho e dedicação



Cristina Lira

 


quarta-feira, 12 de setembro de 2012

O que determina nosso estado de felicidade?

Imagem da Internet


É verdade que não é possível está sorrindo todos os dias.
Uma pesquisa destacou que as crianças costumam rir muitas vezes mais se comparadas aos adultos.
Enquanto que um adulto sorri pouco menos que 20 vezes ao longo de todo seu dia.
Algumas pessoas, até menos que isso.
O que determina o nosso estado de felicidade?
Riquezas?
Contas pagas?
Finalmente a pessoa amada ali, do ladinho?
Comida na mesa?
Fazer o que quer? E quando se estar com vontade?
Ter as pessoas que amamos por perto?
Emprego?
Um bom salário?
...

É certo que tudo que foi falado anteriormente pode contribuir para que nos sintamos mais felizes. Isso é inquestionável!

Mas, o que determina o nosso estado de felicidade?
Já ouvi algumas pessoas comentarem que tem a disposição tudo que precisam, mas falta um "algo a mais".
Algo que nem elas mesmas conseguem identificar!

E já vi e ouvi sobre situações em que, determinadas pessoas que dormem debaixo de ponte, onde papelão é o máximo que conseguem para cobertor, pessoas com dívidas imensas, outras que simplesmente não tem nada, muitas vezes nem mesmo a saúde. E ... conseguem sorrir...um sorriso puro, não aquele sorriso forçado que muitas pessoas lançam forçando uma simpatia tão necessária na sociedade. Crianças com câncer em estado avançado, que lançam um sorriso que você, no mesmo instante percebe que a alma daquela bela criatura também está a sorrir.

O que determina nosso estado de felicidade?

Dizer: Eu sou feliz! Não é uma declaração de bens ou de conquista de algo ou alguem. Acredito que seja um estado que independe daquilo que se vê, mas que pode ser intensificado pelos momentos bons que vivenciamos ao longo das nossas vidas!

Cristina Lira


A cada pétala

Imagem da Internet

Tempo inocente aquele
Onde as rosas pareciam revelar segredos
Que os corações viviam na angústia de saber
A cada pétala retirada um bem querer
E um não me quer
De pétala em pétala talvez a descoberta inocente
De que alguem amava a gente
Ou então a tristeza de um sorriso sem graça
Se mal-me-quer fosse a ultima pétala retirada
Sentimentos pareciam ser simples!
E até penso que sejam mesmo.
E depois de ter caído muito nesta estrada
E ter deixado algumas rosas despetaladas
Aprendi a deixa-las intactas e no máximo sentir seus perfumes.


Cristina Lira


 

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Não se muda para agradar - Nara Motta


Imagem da Internet


Não mudo pra agradar NINGUEM, se nao gosta de como eu sou o problema já não é meu... #simples assim.


Por Nara Motta