domingo, 29 de julho de 2012

Deixar-se acontecer com a vida

Imagem da internet

E um dia ela acordou, olhou-se no espelho! Não gostou do que viu. Aparência abatida pelas horas que as lágrimas lhe fizeram companhia e inundaram o travesseiro. Passou a mão no rosto, como quem estivesse em ecstási.Depois deslizou as mãos pelas mechas do cabelo.Compassivamente e com os olhos apertados por conta da claridade, espiou o mundo que acontecia bem ali, do outro lado da janela. A vida cantava normalmente, o dia estava lá acontecendo.
Sorriu ao ver a brincadeira inocente das crianças, o andar despreocupado de um cachorro, possivelmente abandonado pelo dono, sem casa, comida, carinho... Viu as borboletas fazendo festas nas flores do jardim da casa logo em frente. As vozes animadas dos jovens contando as ultimas fofocas e marcando o melhor horario para o grupo de estudo se reunir, sem  que esquecessem da festa que haveria  a noite. 
Horas depois de olhar a vida com mais maturidade, saiu de casa e deixou-se acontecer como vida que era.
Vestiu-se como se sentia bem, sem se preocupar com tendencias ou moda. Ela tinha sua própria moda.
Arrumou o cabelo, deixando-os soltos.
No rosto, as cores suaves de sua maquiagem preferida.
Na alma, a certeza e que não queria viver uma morte em vida.
E ao final do dia constatou, pela primeira vez em muitos anos, tinha voltado a viver.
Deve ser isso uma ressurreição!
E aprendeu a viver a vida, amar a vida, em todos os tons, contrastes e acontecidos.


Cristina Lira



É possível

Imagem da internet

E se desmistificaram os contos de grandes romances
Mas alguns sobraram guardados numa gaveta
Ainda insisto em acreditar
Que sempre é possível
Viver uma bela história, uma vida que não seja monótona
Uma vida onde não se tenha que bater o tal do arrependimento
Ou pensamentos do tipo: "Como gostaria de poder fazer isso"
" de ter feito tudo diferente"
Ainda insisto em acreditar que é possível
Estar no comando do roteiro de nossas vidas
Encenar as nossas cenas, ao invés de ceder a vaga para dublês
Sempre é possível poder querer:
Uma mudança;
Sair de uma situação que não nos faz crescer como individuo
Um amor que se possa chamar de "meu amor"
Resolver problemas, buscar soluções
Nunca se deve desmistificar todos os contos
Ou ignorar as fantasias que já coloriram tanto nosso mundo
Tudo que nos acontece contribui para que possamos evoluir
Para que possamos nos tornar alguem que diz:
É possível!

Cristina Lira



Cadeiras cativas

Imagem da internet

Não somos escravos de nada
Apesar de muitas vezes nos sentirmos assim
Presos a algo, sujeitos a algo ou alguem
Somos  um conjunto de moléculas
Que se dispersarão no mundo
Quando nossos dias forem apenas uma lembrança

De nada somos escravos
E não devemos nos colocar nessa opção
Que por vezes é voluntária
Tem que se ter autonomia
Erguer a cabeça e pisar firme no chão
Não por escravidão, que antes tudo seja por amor

E existe uma imensa diferença entre as partes
Que compõem a liberdade da existência
E a que compõem as cadeiras cativas que sentamos.


Cristina Lira




Por um toque

Imagem da Internet
Puxo as cortinas
Sento numa cadeira diante do cenário
Dos cenários que quero rever
Hoje quero todas as cenas

E com um controle mental,
Passam-se todas, desde o inicio
Tantos momentos alegres
Tantos momentos exaustivos

E as imagens vão circulando em globo
E lá está...você!
Levanto da cadeira e estendo a mão em sua direção
Tentativa vão de te tocar

Minhas mãos transpassam a imagem
Que meus olhos projetam
Vinda de minha mente
Gravada em meu coração

E me curvo sobre mim
As imagens aceleram
Minhas lágrimas não secam
A falta que sinto de você, fere forte

Levanto, abro as janelas, afasto as cortinas
E o dia me fala de você
Seu sorriso, toca meu sorriso
E posso seguir...e sigo. Sempre te amando!


Cristina Lira


sábado, 28 de julho de 2012

Encontros e buscas

Imagem da Internet

De tanto procurar exaustivamente
Consigo encontrar um pouco mais
Mas uma procura nem sempre significa encontro
E para um encontro nem sempre é necessário uma busca!


Cristina Lira




sábado, 21 de julho de 2012

A altura dos olhos

Imagem da Internet


Queria ver bem tudo que existe a minha volta e a seu entorno.
Subi na mais alta das montanhas
Me desesperei. Tive medo, quase morri
Não pelo que via mas pela subida e o topo
Depois desci o máximo que pude
Para nada mais daquilo querer ver
Mas algumas cenas simplesmente não se pode esquecer
Como ficar sem ver o nascer do sol?
Foi então que descobri
Que o melhor lugar para se estar
Não é nas alturas
Nem tão pouco nos abismos
Mas entre as alturas e os abismos
Pois é nesta meia altura que tudo acontece
E mesmo não tendo a dimensão de tudo
Não se perde nada
Pois o importante acontece quando nos movemos
E o que é importante, sempre está a altura dos nossos olhos.




Imagem da Internet

Imagem da Internet

"Foi então que descobri
Que o melhor lugar para se estar
Não é nas alturas
Nem tão pouco nos abismos
Mas entre as alturas e os abismos
Pois é nesta meia altura que tudo acontece"










"O que é importante sempre está

a altura dos nossos olhos...."




Por Cristina Lira





Esquecimento

Imagem da Internet


Esquecimento!
Serias tu o responsável por meu bem estar de agora?
As vezes sinto
És bem vindo, esquecimento
Mas só as vezes, e só para alguns momentos.

Cristina Lira



Se me chamas de rosa

Imagem da Internet

Se me chamas de rosa
Deve ser por que notas meus espinhos
Se me chamas de rosa
Deves saber, meu querido
De toda minha delicadeza
E de todo meu genioso jeito de ser
Delicadeza não é sinônimo de fraqueza
Se me chamas de rosa
Quer seja sem poesia ou prosa
E que apenas me veja
E sinta...
Pois o perfume da rosa que sou
Está na essência do meu ser
E se quiser, pode me cultivar e cativar


Cristina Lira


 

Versos desmodestos

Imagem da Internet


Horas sozinha... tempo a tempo
E não me diga que lembra de mim
E se lembras fica para ti a revelação
E poupa minha solidão
E a deixa aqui comigo
Deixa também a saudade
Pois a conheço melhor que a ti
Eu as entendo e elas me entendem
Quanto a ti, já esqueci quem és
Não fiques aqui assombrando
Toda minha solidão
E vai...vai embora de vez!
Pois meus versos de amor
Cansaram e serem lidos de qualquer jeito
Minha boca esqueceu teu beijo
Meu corpo nem lembra do teu abraço
Vai embora de vez
E deixa desse modo indeciso
De estar sem estar em minha vida
Vai... com sorte você cresce...


Cristina Lira


Tudo se repete



Imagem da Internet



As vezes assusta a ideia
De que a vida seja apenas um ciclo
de acontecimentos
E que tudo sempre está se repetindo
Só mudam as pessoas
As palavras
apenas....

Cristina Lira





Por que me chamastes

Imagem da Internet


Nada...
Você não fez nada por nós
Deixou-nos em ultimo plano em tudo
Se sobrasse um tempo, espaço mudo.

Tantas vezes esperando na escada
Para apenas receber a noticia
Que apenas vinha e nos negava
E em sua vida nossa prioridade sempre foi vaga

Apenas aceitastes o mundo como vinha
Não se movia pelo que talvez sentisse
E hoje uma duvida me abate
Se não querias ser para nós, por que me chamastes?



Cristina Lira




terça-feira, 17 de julho de 2012

Ter Raça

Imagem da Internet

Que cada um possa
Conservar sua essência
Valorizar a convivência
E a importancia que o outro tem em nossas vidas
E nossa vida em outras também
Que os laços criados
Não sejam desfeitos pelas "ocupações" do dia
Por que mais importante que ter uma vida
É saber vivê-la e nela conviver
Que ninguém se venda como uma mercadoria
Nem se afogue nos problemas
Antes, aprenda a nadar!
Que o estresse do dia-a dia
Não nos roube da face
O melhor dos nossos sorrisos
Que não amputemos as palavras doces de nossas bocas
E jamais percamos nossa Fé
Que possamos enxergar além das aparências
Que o amor não seja conceituado apenas do ponto de vista sexual
Mas do ponto de vista real, o fraterno
O amor incondicional entre as criaturas
Que deixemos de lado os pensamentos maus
E vivamos o que somos
Seres, divinamente humanos.
Nossa raça, não é raça miserável
Somos, pelo contrário, a mais desenvolvida entre todas
Que nos comportemos como tais
Sem mais...
Que sejamos o que somos...
E se pudermos mudar, que seja sempre para melhor!

Cristina Lira



Pa(ciência)

Imagem da Internet
Eu já me acostumei nesta estrada
onde as minhas pegadas
Vão uma a frente da outra
Aprendi a curtir tambem a minha presença

A entender que promessas são
Apenas promessas
Aprendi a ouvi-las, mesmo assim
E as vezes acredito em algumas

Vou ouvindo palavras
Esperando e tendo muita paciência
Mas, quer saber?
Os espinhos dessa estrada machucam demais.


Cristina Lira




Fora dos conformes

Imagem da internet


A injustiça adoece minha alma
Apodrece meus ossos
Me tira do sério
E não me deixa calada!

Cristina Lira




domingo, 15 de julho de 2012

Tão perto, tão em nós!


Imagem da Internet


Pura liberdade
Que encontro dentro
E não fora de mim
Sem necessidade de buscar longe
O que não existe longe
Por estar tão perto
Que me surpreende e me completa
Descubro, sou a peça!
Ninguém pode produzir em mim
O efeito daquilo que quero
Seja bom ou ruim
Tudo que me acontece, depende de mim.

Cristina Lira


Imagem da Internet


Cataclismo



Imagem da Internet


Talvez fugindo, me esquivando ao máximo
Para não perceber, finalmente.
Que não há mais para onde ir
Que não há o que fazer com tudo isso
Que toma conta de tudo, como cataclismo

E estou me esforçando muito
Para não acreditar em tudo isso
Por que me assusta um fantasma
Aquele que só aparece nos inícios
Para que você não siga até os finais.

Cristina Lira



Se eu fosse um garoto


"Mais você é garoto, eu tenho que entender
todo homem leva um tempo pra poder crescer"

...

 Se eu fosse um garoto, eu faria diferente
eu não te tratava assim, eu não te magoava assim
não me deixava só aqui

...

para pense um pouco, pense mais em mim
por que se eu fosse um garoto
eu não te tratava assim, eu não te magoava assim
eu não te deixava assim, chorando por causa de mim

Simone e Simaria





quinta-feira, 12 de julho de 2012

Cigana


Imagem da Internet


Meus passos que antes andavam em outros caminhos
Agora aprenderam a trilhar o próprio andar
Meus passos que antes faziam tudo para te seguir
Podem a qualquer momento te deixar

Meus passos são ciganos, meu coração também é
De tanto andar em corda bamba aprendeu
Que antes de existir o tu e o você
Existe o mais importante... o eu

Um abraço, meu caro, faz diferença...nem todos sabem amar
Não se iluda pensando que me tem
Meus passos e meu coração são nômades
Ciganas...cigana não é de ninguém

E enquanto o dia passa e você nem lembra que existo
Vai aos poucos me perdendo, não tente conquistar coração cigano
E vou caminhando, sempre adiante, não olho para trás
Se quiser vir, venha, ou viva no seu engano!


Cristina Lira



sábado, 7 de julho de 2012

Responsáveis pelo que cativamos



Imagem da Internet
Trechos do livro o pequeno principe de Antoine de Saint-Exupéry

E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia - disse a raposa.
- Bom dia - respondeu educadamente o pequeno príncipe, olhando a sua volta, nada viu.
- Eu estou aqui - disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? - Perguntou o principezinho. - Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa - disse a raposa.
- Vem brincar comigo - propôs ele. - Estou tão triste...
-Eu não posso brincar contigo - disse a raposa. - Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa - disse o principezinho.
Mas, após refletir, acrescentou:
- Que quer dizer "cativar"?
- Tu não és daqui - disse a raposa. - Que procuras?
- Procuro os homens - disse o pequeno príncipe. - Que quer dizer "cativar"?
- Os homens - disse a raposa - têm fuzis e caçam. É assustador! Criam galinhas também. É a única coisa que fazem de interessante. Tu procuras galinhas?
- Não - disse o príncipe. - Eu procuro amigos. Que quer dizer "cativar"?
- É algo quase sempre esquecido - disse a raposa. Significa "criar laços"...
- Criar laços?
- Exatamente - disse a raposa. - Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...


Antoine de Saint-Exupéry


 "Agora vou contar-te um segredo: 
Nós só podemos ver perfeitamente com o coração; 
o que é essencial é invisível aos olhos. 
Os homens têm esquecido esta verdade. 
Mas tu não deve esquecê-la. 
Tu tornas-te eternamente responsável 
por tudo aquilo que cativas."




quarta-feira, 4 de julho de 2012

Desafios

Imagem da Internet


Desafio

Aqui vou eu!

Sim, você tem razão, um pouco de medo...sim...

Mas uma dose assustadora de coragem!


Cristina Lira



Sale el sol


Essas semanas sem te ver
Pareceram anos
Tanto eu quis te beijar
Que me doem os lábios
 
Olha o que o medo nos fez
Cometer idiotices
Nos deixou surdos e cegos
Tantas vezes

E um dia depois da tempestade
Quando menos você pensa sai o sol

De tanto somar perde a conta
Porque um e um nem sempre são dois
Quando menos você pensa sai o sol
 
Chorei para você até extremo
Do que era possível
Quando eu acreditei que era invencível
 


Não há mal que dure cem anos
Nem corpo que aguente
E o melhor sempre espera adiante

E um dia depois da tempestade
Quando menos você pensa sai o sol
De tanto somar perde a conta
Porque um e um nem sempre são dois
Quando menos você pensa sai o sol
Quando menos você pensa sai o sol


E um dia depois da tempestade
Quando menos você pensa sai o sol
De tanto somar perde a conta
Porque um e um nem sempre são dois
 



E um dia depois, e um dia depois
Sai o sol
Letra da Música: Sale el sol
Shakira
 " E o melhor sempre espera adiante"

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Cuidar dos vínculos

Imagem da Internet


Não inclua pessoas em sua vida ou as encante por breves instantes, se não tens a minima intenção de zelar pelo vinculo que fizestes nascer.


Cristina Lira


domingo, 1 de julho de 2012

Questões do coração;Água para elefantes





"A vida não é divertida o tempo todo, e quase nunca é fácil..."


"...há um sofrimento maior quando nos decepcionamos constantemente do que quando existe apenas um vazio..."

Emily Giffin


Lendo atualmente Questões do Coração, livro de Emily Giffin e Água para elefantes, de Sara Gruen.
"As pessoas que você mais ama são as mais dificeis de manter perto."

Excelentes livros!
Amando a leitura...


Beijos a todos,e  que este mês de Julho seja abençoado...amor, fé, paz, saúde...e toda sorte de bençãos a todos vocês!
Megaaa abraçoooo....