quarta-feira, 20 de junho de 2012

Continuando desde o começo

Imagem da Internet


A vida é mesmo essa tal caixinha de surpresas! Depois de sacudir a poeira dos sapatos, olho em volta e me pergunto: E agora, por onde começo? Na verdade não há um começo para começar, há uma vida para continuar, metas para alcançar, objetivos a se chegar... E olhando tudo  minha volta percebo que há muito o que fazer, mas antes de começar a ir a longos passos, que tal uma paradinha para aquela faxina? É! Aquela, onde retiramos de nós tudo que causa tumulto em nosso ser, e nos deixamos então, livres, para bem continuarmos navegando nesse mar de vida. Depois de algumas limpezas feitas, as melhores recordações colocadas em belíssimos porta-retratos mentais, hora de continuar a construir a própria estrada...


Cristina Lira



Minha história

Imagem da Internet

Final de tarde, um livro de companhia
Uma história para aventurar-se!
Final de tarde, as lembranças do dia
A certeza que mais uma vez, sobrevivo
Final de tarde, depois que largo o livro
Vou viver a melhor de todas as histórias....a minha!


Cristina Lira





Mar de quereres

Imagem da internet

Boas são as sensações de estar ao teu lado
A proteção que embala cada instante
O coração que se aquece e de mim nem quer saber
Bate na emoção do momento
No ponto em que as tuas batidas batem com as minhas
Ah! Doce afago... me deixando perdida em teus braços
O mundo simplesmente fica esquecido
E toda lembrança e registro é apenas nós dois
E quando envolves minha cintura e me puxas pra ti
Me deixo cair no mar de quereres que afoga nós dois


Cristina Lira



Saindo

Imagem da Internet


Saindo um pouco de tudo isso chamado  r o t  i n a ...

Cristina Lira



Espaço do outro


Imagem da Internet


Tristes aos olhos de quem vê
Se tornam aqueles
Que não conseguem respeitar
O espaço do outro e suas limitações

Pobres se tornam as pessoas
Que cheias de si
Se acham no direito pleno
De julgar o espaço do outro

Doentes se tornam aqueles
Que em seu super ego egoista
Se imaginam senhores de escravos
E não respeitam o espaço do outro

Vazios são todos aqueles
Que não percebem que o outro
Tambem é dono de um espaço
Que todos tem o seu, e precisa ser respeitado

Cristina Lira



Algumas coisas

Imagem da Internet

Por um bom tempo na chuva
Movendo aos poucos cada músculo
Deixando-se purificar, pela água que vem do céu, pela água que vem do mar
tentando expulsar de si, todas as lembranças
Por que não fica claro o motivo dos acontecimentos
E será bem melhor não ter lembranças de tudo!
E lágrimas se misturam a água das chuvas e faz recordar que:

Algumas coisas são inesquecíveis. Algumas recordações nos acompanham por além da vida!


Cristina Lira



Encontro

Imagem da Internet



Ela estava com seu vestido estampado
Nas cores que mais gostava
As cores se misturavam as formas
Dos leves bordados que vivificavam o tecido

Nos pés um delicado sapato preto
Cabelos soltos de encontro ao vento
Olhar perdido no tempo
Numa das mãos uma pequena bolsa







Imagem da Internet
Ele caminhava a passos seguros
Mãos nos bolsos, decidido!
Caminhava, a espera dela
Como ele podia  perseverar assim?

E quando a viu se aproximando
O corpo foi endireitando
Seus olhos no dela fixando
E logo estendeu a mão...




Imagem da Internet

Ela, enfim, de olhos pousados nos dele
e mãos dadas, seguros um no outro
Saíram um pouco calados
Para aquilo que podemos chamar de:

E N C O N T R O!



Cristina Lira







Dias finais


Imagem da internet



Ela: Que seja exatamente como você quer!
Ele: Mas...você não vai sofrer?
Ela: Sofreria se perdesse uma parte de mim!
Ele: Você me disse que eu era uma parte sua...
Ela: Eu disse! Mas você nunca quis ser. Você sempre foi parte de outro ser.
Ele: E agora?
Ela: Vá em paz. Eu estou em paz.
Ele: Você tem alguém?
Ela: Nós nunca estamos sozinhos! Adeus, se cuide!
(...)

Cristina Lira