sexta-feira, 20 de abril de 2012

Além das "tempestades"



Acima das nuves de tempestades
Ainda permanece um lindo dia de sol...

Cristina Lira



Filhos do amor



O que somos?
Um disco lançado entre obstáculos
Que bate em pilares e ao parar
Deixa-se mostrar cheio de arranhões
Somos seres especias
Obra prima da criação
Sujeitos as nossas escolhas
Inevitáveis arranhões
Inevitáveis marcas leves ou eternas
Por que é assim que se aprende
Vivendo...
Não há outro meio se quer
E esse, apesar das batidas e quedas
É a melhor de todas as coisas
Bem sabe que aprende
Quem de tudo absorve a lição
Aquela tal "moral da história"
O que somos?
Qualquer palavra poderia nos definir
Mas prefiro acreditar numa unica
Amor!

Cristina Lira