terça-feira, 27 de março de 2012

Atendente



Tem um monte de desafios

 na minha frente!!!

Estou calma...

Vou atender um por um...



Cristina Lira




Amanhã tem sol



Levantando, que amanha tem sol.
Hoje o solo encharcou pela tempestade.
Mas amanha tem sol.
Continua o amor.
As mesmas palavras continuaram a ser ditas.
Mesmo que não possa ouvi-las.
Amanha...
Eu direi que estive nas estações
Mas nunca desisti.
E sempre te amei...e amarei.


Cristina Lira


 
 

Do coração



Eu? Ah! Eu te amo
Calma e mansamente
Hoje e eternamente
Assim sempre será

Não! Não tem motivo de ser
Para que possa amar você
O motivo maior que tudo
É sua existência nesse mundo

Todas as vezes que disse que eu te amo
Todas elas foram verdades 
E elas não se apagaram
Continuaram a ser as mais lindas verdades que carrego

Pois é...eu te amo!
De tanto que falei, talvez se canse de ouvir!
Por que não cansaria de falar.
Estou a dizer ao cochichos agora: te amo...te amo..te amo

Um música, uma unica nota!
Foram várias paixões, vários gostares
Mas uma única vez amor
E um único ser que por mim sempre será amado, você!




Cristina Lira



Na estrada


Sim, eu estarei na estrada!
Sim, eu continuarei a olhar para o tudo o que tem pela frente.
Eu continuarei, a caminhada é longa. Posso parar para descansar!
Mas não pararei de andar.

*
Sim... Eu acredito em surpresas além das curvas.
Não...não...eu ainda não perdi o sorriso.
Nem o perderia. Isso dá um ar de expectativa na minha face
Ao mesmo tempo em que há um misto de ansiedade.

*

 Não! Eu não esqueci como se ama.
Nessa parte só aprendi.
Não esqueci como se chora
Mas lembrei-me que sempre é possivel chorar

*

Na estrada, que é longa por sinal.
Moverei meus pés a caminhar.
Não, sozinha não consigo!
Uma força maior está comigo.

*

Aprendi o segredo de não parar quando se caminha
É só manter a curiosidade de querer saber
O que há logo depois daquele morro ou ladeira
Onde a estrada vai levar...embora que leve uma vida!



Cristina Lira



Acontecimentos e soluções


Fácil quando a solução de algum dos nossos problemas dependem de nós apenas para resolve-los!
Muito do que nos acontece, no entanto, depende de um conjunto de fatores e individuos para se chegar numa solução plausível.
E muitas vezes até encontrar esta determinada situação...
Perde-se sono!
Transforma-se em água...
Escorrer-se de si para o mundo!
Encolhe-se do mundo em si.
O mais interessante ainda, é a forma como tratamos alguns problemas.
Os transformamos no monstro do armário, enfeitamos sua carapaça.
Criamos para nós o monstro certo, para nos por em medo, na dose certa.
Algumas soluções são extremamente evidentes, embora não sejam faceis, mas são evidentes. Deve ser por esse motivo que sempre quem está por fora do problema, pode apontar uma melhor sugestão.


Cristina Lira