sábado, 22 de setembro de 2012

Se eu morresse amanhã


Imagem da Internet


Se eu morresse amanhã!
(Álvares de Azevedo) 

Se eu morresse amanhã, viria ao menos
Fechar meus olhos minha triste irmã;
Minha mãe de saudades morreria
Se eu morresse amanhã!

Quanta gloria pressinto em meu futuro!
Que aurora de porvir e que manhã!
Eu perdera chorando essas coroas
Se eu morresse amanhã!

Que sol! que céu azu! que doce n’alva
Acorda a natureza mais louçã!
Não me batera tanto amor no peito
Se eu morresse amanhã!

Mas essa dor da vida que devora
A ânsia de glória, o dolorido afã…
A dor no peito emudecera ao menos
Se eu morresse amanhã!


***

4 comentários:

  1. acho que viver cada dia
    sem pensar na morte e sim como o ultimo dia
    seria ideal,
    lindo fim de semana
    sem pensar no amanhã bjs rs

    ResponderExcluir
  2. Cris,
    Belos versos. Viver o hoje é o que importa. E bem!
    Tudo de bom. Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Linda poesia.beijos,ótima primavera!chica

    ResponderExcluir
  4. gosto deste poema..
    linda escolha..
    beijos Cris..

    ResponderExcluir