sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Talvez seja tarde demais


Você sempre esquece um detalhe,
Eu
E talvez agora seja um pouco tarde,
para mentir que não.
Talvez, talvez seja um pouco tarde,
pra você.
Estive torcendo muito por tudo
Vibrando na arquibancada
Dei pulos de alegrias em seus sucessos
Mas você sempre esqueceu um detalhe,
Eu
Você abraçou todos os seus amigos
As pessoas que estão ao seu lado por interesse
Você conversou todo serelepe com conhecidos
Quanto a mim que estive do seu lado
Fui apenas a imagem embaçada no espelho
Detalhe que passa despercebido
E agora, talvez seja um pouco tarde
Dei a chance que você pediu
mas não soube usar
Quantas vezes você me surpreendeu?
Apareceu de repente?
Nenhuma...
Você se importa muito com o que é passageiro
Eu sou do eterno, das coisas eternas.
Talvez seja tarde, tarde demais....


Cristina Lira


 

Um comentário:

  1. Cristina,
    Há coisas que nunca vêm tarde demais.....


    Beijinho

    ResponderExcluir