segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Fragrância que flui

Imagem da Internet



Não nasci pra ser enfeite
Nem mármore que ornamenta
Não nasci pra ser deleite
De mente que apenas ostenta

Sou livre igual pétala carregada pelo vento
Mal piso no chão e meus passos somem
Pegadas impressas em dunas do tempo
Fragrância fluindo livre esquecida do ontem...

Tal qual brisa
De passagem...passando...


Cristina Lira




8 comentários:

  1. Lindo!Passando, de leve...Beijos, ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Fluída e linda...
    Adorei a leveza.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!
    Que leve. Gostoso de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. E, às vezes, basta apenas passar, feito um sussurro de brisa...
    Lindo!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Existe coisa mais gostosa do que ser fragrância,lembrada de passagem pela brisa???
    Gosto daqui e gosto de ti...

    ResponderExcluir
  6. Oiiii... passei pra te avisar que terá sorteio em meu blog, particpe!!!
    Blog Pensando e Aprendendo
    http://sandraduarteborges.blogspot.com.br

    Se quiser participar apenas uma vez é só participar do Blog e me deixar um comentário, se quiser participar duas vezes coloque o meu selinho na lateral do seu blog de forma bastante visível e me deixe o seu link, no comentário que fará pra mim...

    Boa Sorte!!!!
    Sandra

    ResponderExcluir