sábado, 21 de julho de 2012

Versos desmodestos

Imagem da Internet


Horas sozinha... tempo a tempo
E não me diga que lembra de mim
E se lembras fica para ti a revelação
E poupa minha solidão
E a deixa aqui comigo
Deixa também a saudade
Pois a conheço melhor que a ti
Eu as entendo e elas me entendem
Quanto a ti, já esqueci quem és
Não fiques aqui assombrando
Toda minha solidão
E vai...vai embora de vez!
Pois meus versos de amor
Cansaram e serem lidos de qualquer jeito
Minha boca esqueceu teu beijo
Meu corpo nem lembra do teu abraço
Vai embora de vez
E deixa desse modo indeciso
De estar sem estar em minha vida
Vai... com sorte você cresce...


Cristina Lira


Nenhum comentário:

Postar um comentário