A altura dos olhos

Imagem da Internet


Queria ver bem tudo que existe a minha volta e a seu entorno.
Subi na mais alta das montanhas
Me desesperei. Tive medo, quase morri
Não pelo que via mas pela subida e o topo
Depois desci o máximo que pude
Para nada mais daquilo querer ver
Mas algumas cenas simplesmente não se pode esquecer
Como ficar sem ver o nascer do sol?
Foi então que descobri
Que o melhor lugar para se estar
Não é nas alturas
Nem tão pouco nos abismos
Mas entre as alturas e os abismos
Pois é nesta meia altura que tudo acontece
E mesmo não tendo a dimensão de tudo
Não se perde nada
Pois o importante acontece quando nos movemos
E o que é importante, sempre está a altura dos nossos olhos.




Imagem da Internet

Imagem da Internet

"Foi então que descobri
Que o melhor lugar para se estar
Não é nas alturas
Nem tão pouco nos abismos
Mas entre as alturas e os abismos
Pois é nesta meia altura que tudo acontece"










"O que é importante sempre está

a altura dos nossos olhos...."




Por Cristina Lira





Comentários

  1. Lindas palavras, para belas imagens......

    ResponderExcluir
  2. Cris,
    Que felicidade a minha em passear por essas bandas e encontrar palavras tão belas....!
    Beijo!
    http://arimatea102.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Boa noite,
    Nessa página abaixo (endereço) tem o mosaico dos parceiros, se quiser ser nosso parceiros permanente
    por favor acesse e se cadastre, é fácil, lá tem as intruções de como fazer.
    http://www.riosul2012.com/p/mosaico-de-parceiros.html
    Ali ficará sua foto ou linke-me para que todos possam lhe conhecer, quando alguém clicar
    será direcionado ao seu blog.
    Será uma honra ter você conosco ...

    Semana de muito paz

    Abraços
    RioSul

    ResponderExcluir
  4. Pode ter certeza que sim!
    Fernando Pessoa em um de seus heterônimos - Alberto Caeiros - dizia em um de seus poemas - MINHA ALDEIA -
    (...)Porque eu sou do tamanho do que vejo
    E não do tamanho da minha altura.
    Tudo está ao nosso alcance e é sempre do nosso tamanho. Lindo seu poemar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Cristina boa tarde!
    Vim dizer que coloquei seu link no meu blog...rsrs
    Ta lindinho demais.. adorei seu port.
    Um lindo final de tarde....
    beijinhos
    Lucinha

    ResponderExcluir
  6. "O verbo ler não tolera o imperativo, temos que seduzir, provocar, enamorar.
    Ler por prazer é algo contagiante.
    Tudo isto servirá no futuro como verdadeiros anticorpos para o choque invitável contra a mediocridade, a hipocrisia e a vulgaridade quotidiana, contra a aridez do espírito, a insensibilidade e o declínio das faculdades sensitivas da beleza."

    [Biblioteca José Saramago]

    Venho te Parabenizar pelo dia do Escritor! Que continuemos a encantar sempre!
    Abraço.

    http://apoetaesuasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a leitura aqui! Me contagiou imensamente. Beijo :)

    ResponderExcluir
  8. Caraca Cristina, estavas inspirada aqui hein? Que texto! Como vc tem razão, puxa vida. A vida acontece não nas bordas mas no meio das coisas. Adorei ler teu post hj. Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Lindo! Já dizia um autor: «Eu sou do tamanho do que vejo, e não do tamanho da minha altura.» :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais