quinta-feira, 28 de junho de 2012

Alta dose



Imagem da Internet



É meia-noite
As sombras falam
As paredes giram, desconexas ao redor
Nostalgia embriagante
A respiração desfalece?
O chão some dos pés
Agora sem gravidade alguma
E é meia-noite
E de repente não se tem mais noite
Não se tem mais nada
Mas ainda há um espelho a frente
Que aos poucos se parte
As cortinas das janelas balançam suavemente
Dançam ao som de uma brisa
E tudo gira, e é meia-noite
As sombras falam
Cada dose dessa nostalgia é demais


Cristina Lira




Nenhum comentário:

Postar um comentário