Paredes de vidro

Imagem da Internet

Já nao dá para dizer as mesmas palavras de antes
Não posso voltar a olhar para um quadro antigo numa pintura nova
Como se nada houvesse mudado
Não mais como antes...
Por que agora o obstáculo é de vidro
E não apenas uma cortina que pode ser afastada
As palavras fervilham na boca
Se esvoaçam no coração
Mas as controlo
Por que a base de vidro abafa o som de minha voz
E toda vez que tento 
Falar das verdades aqui dentro
Minhas palavras eufóricas tombam e retornam
Na parede de vidro, e sinto...
Um dia volto a falar, as mesmas palavras, só que de forma nova...e permeável a ...paredes de vidro.

Cristina Lira


 

Comentários

  1. Que bonitos poemas... um blog colorido e cheio de encantos.Prazer conhece-la Cristina!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais