A forma de olhar


Uma rua pode se construir a sua frente
Uma ponte, um castelo, um império antigo
A mais desenvolvida metrópole
O mais surreal cenário, as imagens mais inóspitas possiveis...
Diante de nossos olhos tudo pode ganhar uma interpretação pessoal
E até mesmo a mais mórbita cena tem lá suas belezas
Se destituimos mais, o lado preto e branco, do que ante nós se apresenta
Se enxergarmos com menos rigor
Poderemos comtemplar as coisas como elas são
Nada a mais, nada a menos
Mas exatamente como é!
Transforme suas ruas e avenidas
Transforme o palco da sua vida
Tavez precise de uma orquidea naquela janela
Um girassol naquele canteiro
Quem sabe uma horta neste outro espaço
A forma como se vê o mundo exterior
Depende muito de como seu interior se encontra
Como está sua cidade interna.
Suas estações!
O problema não está em ver as coisas em volta
E sim, em como se olha.

Cristina Lira

 

Comentários

  1. Olá!
    Muitas vezes deixamos de contemplar a beleza que está a nossa volta,por pura falta de tempo.Devíamos olhar mais.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Cristina!!!
    Para mim o mais sublime, o mais belo, o mais colorido e o mais harmonioso espetáculo é a nossa rica e majestosa NATUREZA!

    "O mestre disse: Por natureza, os homens são próximos; a educação é que os afasta." (Confúcio)

    Beijos e fique com DEUS!!!

    ResponderExcluir
  3. Ei Cris! É isso mesmo. Tudo depende dos olhos de quem vê. Beijão e ótima semana!

    ResponderExcluir
  4. as vezes o belo parece feio por que olhamos de um jeito diferente e nem sempre é aquilo que vemos, depende do estado de humor, beijos e boa noite

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga Cristina,
    Gostei muito do poema, pois as aparencias são as que mais enganam os olhos humanos que frizam na materia. O belo e o amável muitas vezes esta nos caminhos e locais mais dificeis da vida.
    Abraços fraternais,
    Leandro CHH

    ResponderExcluir
  6. a beleza está em toda parte, mas depende de como enxergamos...

    podemos passar por um lindo jardim com várias espécies de flores únicas e raras, mas se o nosso coração estiver fechado de nada adianta... não conseguiremos identificar uma simples flor...

    Abraços
    Giovanna

    ResponderExcluir
  7. O que dizer...
    Você ja disse tudo...
    O que olhamos não é o importante mas como e pelo que olhamos.
    Olhos internos podem ser treinados.
    As vezes basta saber disto para começar.
    As vezes treinava-os e não sabia.
    As vezes precisamos bater de cara no muro para saber que precisa.
    As vezes ficamos cegos por não dar ouvidos.
    Felipe Wagner

    ResponderExcluir
  8. O meu pranto escondeu as sílabas de uma palavra
    O meu céu não precisa de Sol para ser azul
    A minha emoção transbordou nesta clara manhã
    Tal como as incontidas águas que correm para sul

    Este Inverno que o meu querer instaurou
    Tem o rosto coberto por densa bruma
    Tem a força de todas as marés esta emoção
    Que devolvi hoje à espuma
    Doce beijo

    ResponderExcluir
  9. que lindo ^^ tenha uma boa noite


    oh estou voltando a postar no novo endereço do blog : http://diariodeumcoracaoencantado.blogspot.com.br/

    se quizer dar uma passadinha por la para me ajudar ^^

    ResponderExcluir
  10. Belo!! Tenho feito exatamente isso,ultimamente, apurado meu olhar. E tenho visto bem mais do que podia imaginar. Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Cristina, o olhar é tudo. Se vemos nuvens, há sombra. Se vemos sol nos iluminamos. Se vemos turbulência, nos agitamos. Se vemos silêncio, a paz nos invade. É preciso termos consciência do que vemos e saber direcionar nosso olhar...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga

    A forma de olhar,
    pode apagar ou acender
    a chama da alegria
    em nossa vida...


    Que haja sempre perfume
    de sonhos em tua vida.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais