sábado, 11 de fevereiro de 2012

Instante



Envolvida numa onda de pensamentos
Retiro-me da presença de todos, e fico a minha presença
Peso que carrego não sei onde
Pensei que o coração fosse mais leve
Angústia que reparte minhas horas
Instante estranho esse de ser
Por que ninguem pode ouvir
Os gritos que ecoam de dentro de mim
Ninguem pode abraçar esse meu eu
Que a mim parece estranho as vezes
Ah! Sensação de espaço perdido
Sensação de pisar e não ter chão
Não sei quais os caminhos
Mas não vou me reter ante o vão
Dos vazios que acercam-me e me povoam
Num breve e momentaneo instante
Em que bate a vontade de fugir um pouco de tudo
É apenas um instante estranho meu
Que para o mundo é estranho.


Cristina Lira



2 comentários:

  1. Cristina, seu blog está muito lindo. Parabéns belo bom gosto em todo o arranjo dele.
    Quanto a postagem, é tão talentosa que ao ler a gente sente as emoções que você expressa.
    Beijo no coração.
    Manoel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Manoel!
      É sempre uma alegria ve-lo por aqui...Deus o abençoe! Que seu domingo seja de paz.
      Bjosss

      Excluir