sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Intervalos milagrosos




Não sei qual seu estado de espírito agora, ou como esteve seu interior durante esses meses que já se passaram. Mas uma coisa é certa a todos nós, tudo que nos acontece vem como forma de nos proporcionar experiência, e nos tornar resistentes diante dos obstáculos da vida. Quem não chorou, ou chora? Quem não sentiu ou padece de alguma dor, nem sempre física?
Mas sabe o que é milagroso?
Podemos sorrir nos intervalos...e melhor ainda ( isso é excepcional) podemos prolongar esses intervalos. E quando menos percebemos, aos poucos, como quem aprecia o aroma do melhor dos perfumes, se estar exercitando a forma intensa de se viver, a felicidade.
E esses intervalos, não correspondem a tempo pequeno, mas são extensos, e para que se prolonguem ainda mais....ah, isso vai depender de como vamos querer viver.
Entre os timbres da felicidade, ou os soluços das tristezas.
Independentemente das nossas escolhas, é preciso absorver com toda capacidade de vida que temos, o seguinte:
SEMPRE, SEMPRE É POSSIVEL SER FELIZ!



Cristina Lira