sábado, 3 de setembro de 2011

Tente



 
TENTE!
Como é que você sabe que não vai conseguir, se você nem ao menos tenta?

Cristina Lira



Fio da vida



Desenrola-se um fino fio
De seda? Poderia ser...
Mas é de tecido melhor, resistente
Inexistente por aqui
Desenrola-se um fio
De um novelo de ouro?Poderia ser...
Mas é de material melhor
Puro, sem prazo de validade
desenrola-se um fio e vem do céu
Fio este que mantem nossas vidas
Unidas a Deus
Fio eterno esse...

Cristina Lira


Do tempo que resta




Entre o vento frio da noite,
farfalhava as folhas não tão verdes, mas escuras, 
que se mantinham nas copas das árvores. 
O que somos nós? 
O que seremos?
Quanto tempo se tem para admirar o tudo? 
E quanto tempo resta para admirar o nada? 
Parar e apenas sentir, 
o mundo ao nosso redor se movimentar,
ainda que não seja visto, mas apenas sentido.
Embriagar-se de todos os sentidos, de todos os sentimentos.
Envolver-se nas emoções. 
Mas, como quem sabe o segredo...abrir as janelas e aceitar o mundo, 
mas não necessariamente abrigar o mundo dentro de você.

Cristina Lira