sexta-feira, 22 de julho de 2011

Esperança que espera


Ahhh! O que fazer, se carrego comigo toda esperança que é possível a um ser que existe e resiste nesse mundo? E ainda que me falte tudo, esperanças guardarei...Não a esperança que quer ser emergência, mas a esperança, que com amor, sabe esperar. E regojiza-se na espera.

Cristina Lira