sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Iluminar as cavernas da vida, com otimismo!





Ainda que os infortúnios te digam para desistir e não caminhar...ainda que o sol não ofereça o mesmo brilho ávido...continue!











E mesmo que os olhos te mostrem as ruínas de uma cidade, use-os também para edifica-la.












Se colocarmos duas pessoas, uma pessimista e outra otimista, diante de uma caverna fechada. O pessimista dirá mil razões para que continue fechada, para que não precise se esforçar em abri-la, e ainda alegará que não possui força suficiente para tal ato e mesmo que tivesse não haveria motivos para fazê-lo.

Conserva sempre um ar de:



"Ah! Não vai dá certo!"
"É melhor desistir"
"É melhor nem tentar, isso não é pra mim..."








já o otimista, na mesma situação, remove as barreiras da caverna e  ilumina, e ousa sorrir, por suas descobertas.
No seu vocabulário existem frases como:


" Vou conseguir, concerteza!"
" Vou tentar"
" Desistir? quem? Eu?
 NUNCA!


Um otimista é uma lamparina de grande poder, que irradia sua energia a todos a sua volta e contagia, até mesmo, um pessimista.
E numa caverna escura, o otimista chega a ser a própria luz, e por acreditar que tudo pode dar certo, assim acontece...



Cristina Lira