quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Transição



Olho para o céu e vejo quase um vazio.
Olho para a terra e vejo tantas coisas...
Olho para o céu e sinto esperança!
Olho para a terra e vejo tanto a ser feito...
No céu vejo orações
e na terra provações.
E olho pra mim
estou exatamente no meio
Eu sou uma transição!

Cristina Lira

Sonhando acordada



Antes de dormir
Com a cabeça no travesseiro
O mundo lá fora silenciando
E uma guerra de pensamentos
Por minha cabeça passeando
Exausta de tanto pensar
Como se não bastasse
Ponho-me a sonhar...

Cristina Lira

Futuro?




O chamaremos de presente amanhã de manhã.
E depois de amanhã de passado.

Cristina Lira

Distração


Esqueço a xícara sobre as folhas do meu caderno...
Novamente as carimbo com a marquinha do meu café!
Nem adianta mais passar a mão ou soprar. Quando seca, lá está, a pista que deduz minha distração...
Deixo um pouco de lado a xícara, e escrevo, esquecendo do mundo agitado que se encontra por trás da janela do meu quarto.
Mas, minha distração é total, quando sento num recanto que dá para ver o céu. Abraço a xícara, aromatizada pelo café, com as duas mãos, e deixo meu olhar se perder pelas folhagens até onde a vista alcançar...as vozes vão ficando abafadas, meus movimentos estáticos e o pensamento flui, caracterizando um quadro de distração total.
Me ergo, coloco a xícara sobre a mesa, arrumo o cabelo...e o dia prossegue, porém, com mais leveza...

Cristina Lira