domingo, 23 de janeiro de 2011

... os truques não eram revelados



As vezes sinto falta do tempo em que tudo parecia mágica, do tempo em que os truques não eram revelados....Uma saudade do tempo em que tudo parecia brincadeira e certas coisas não  tinham tanta importancia...(C.Lira)



Mudar sem perder a essência



Se é pra ser diferente, pois que seja então. Nem um pouco parecido com o antes, mas novo por completo. Se é pra mudar, que a mudança aconteça então, nem fria ou morna, mas que seja verdadeira, sem que se perca a essência.
Combinações diferentes, sensações nunca experimentadas, todo mundo precisa de uma novidade de vez em quando, ainda que inventada.
Experimentar temperos diferentes, na comida e na vida, motivos novos para sorrir. Um café amargo vez ou outra, e mordiscadas numa pimenta, ao menos para fazer caretas, mas que sejam diferentes.
Qualquer coisa, tudo pra mudar...mas não se mova se quer continuar como está.
E se for fazer uma mudança geral em sua vida, lembre-se de guardar sua essência...
Cristina Lira


Minhas tempestades



Quando tudo vai se acumulando aqui dentro e tumultuando meu pequeno espaço interno, minha alma troveja. Troveja e faz chover, faz nascer tempestade.
Quando tudo se acumula aqui dentro, chove no meu céu, molha-se minha terra. E tudo vai embora numa enxurrada.
Pois quando tudo me lota, eu me esvazio. Quero sempre muito espaço em mim para preencher com o novo.
Quando tudo me vem a cabeça a ponto de sufocar-me, minha alma troveja e me esvazio, não completamente...

Cristina Lira