Passos descompassados




Chego em casa, o silêncio me acompanha. Jogo as chaves sobre a mesa, respiro e sinto o silêncio, acomodo-me na solidão da tua ausência.
E com passos perdidos, me vejo no espelho..eu, apenas eu e minha companhia!
Quando tudo que queria, era você, mais perto, mais junto.
Deitada agora, nuvens de pensamentos alfinetam a solidão, e a saudade me mordisca. E é sempre um afundar-se em mim, chegar em casa e não te ver. Conforta-me saber que fazemos morada em nós, eu em teu coraçãoe e você no meu, e essa redoma de vidro que nos separa, um dia será quebrada.
E não mais chegarei em casa e me depararei com tua ausência, mas com você, meu porto de descanso, meu porto de amor...
Sem você apenas vago de um lado para o outro.
E apoiando meu rosto sobre minhas mãos, suspiro, enquanto um leve vento balança meus cabelos e me faz sorrir, de alguma forma inexplicável sei, você esteve aqui...

Cristina Lira


Comentários

  1. Cristina, tenho estado a tentar comentar aqui no seu blog. sem exito!

    Dá erro atrás de erro ao comentar.

    que pena, pois queria te falar que gostei muito desse seu texto poetico...

    beijos e abraços fraternais

    ResponderExcluir
  2. Cris, minha amiga! Os passos podem até estarem descompassados, mas o importante é viver dias iguais de maneiras diferentes. Como sempre, muito ótimo estar aqui com vc. Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Cris, minha liiiiinda!
    quando alguém não tá presente em corpo, a gente fica se contentando com a lembrança dum abraço.

    Tua escrita sempre linda e eu nem me canso de publicar no facebook :)
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Sentir o outro
    no outro
    calor de corpos
    corações
    paixões
    amor.


    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  5. Minha querida

    Por vezes sentimos essa solidão...essa presença ausente, adorei o texto como sempre e deixo um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  6. Oi flor linda como sempre postando coisas deliciosas de se ler, adorei beijos minha amada..
    e ótima noite..

    ResponderExcluir
  7. Muito sensivel seu texto, Cristina. Um dia já senti o que você sente, sei como é. Desejo que sua historia tenha um final feliz, se é que ela é real e não apenas uma criação literária. Muito lindo. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Angelical. Sensibilidade por todos os poros
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  9. Tão bom sentir.. mesmo que seja apenas sentir.


    bJOo

    ResponderExcluir
  10. Em passos iguais me encontro, quando em minha casa ja não parece mais tao minha, pois a vida que este amor me da não da a esta casa, em que vc não esta...
    bjss te amo++

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais