terça-feira, 26 de julho de 2011

Faz brunir minha vida




Um anjo voava delicado
Riscando o céu com seu rastro
E este anjo tão cândido
Resolveu pousar no meu telhado


E logo minha morada sua tornou-se
Assim como meu coração
Tornou-se assunto da porfia
Entre o tempo e a distancia


Mas dadas as circunstancias
Este anjo com suas asas não me faz esmorecer
Antes envolve-me com um doce amor
E faz a vida aquecer


O meu coração foi trasladado
Por suas mãos para um lugar seguro
E minha vida que antes era túmulo
encontrou luz na luz da sua existência


Meu anjo não se orna de riquezas da terra
Pois sua riqueza é ele por completo
E por tanto ama-lo
Nele se converte meu eu amante...



Cristina Lira


2 comentários:

  1. Que este anjo esteja sempre presente na tua vida! :)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir