sábado, 23 de julho de 2011

Chá de uma tarde




Não vou falar de versos tristes ou consternados.
Não vou falar dos abismos e escuridões que minha alma já percorreram.


Quero falar da alegria, do amor, da fé.
De tudo que hoje dá mais sentido ao meu viver.


A estrada um dia foi insegura
Fantasmas me falavam aos ouvidos
As palavras transpassavam-me como faca de dois gumes.
Mas não, não quero falar das coisas tristes,  dos momentos em que me enterrei e fui enterrada.


Quero falar do aprendizado de saber ressurgir, de saber aceitar que nem todos os gestos nos farão sorrir, e quando se aprende esses detalhes se vive melhor, se aceita melhor o que está em volta.


As dores jamais serão maior que os amores.
E há amores que curam, que sabem fazer reparos nos corpos "mutilados".
Quero poder falar do amor quer surge quando surge o sol.
Nascendo leve, frágil e a medida que o dia passa, torna-se forte, para depois aquietar-se e nascer de novo.


Quero ver o lado bom das coisas, os bons motivos para se viver. Busquemos o melhor que possamos merecer, e a melhor opção é sempre viver, e nunca deixa-se ser dosado por "injeções" de desânimo.
Somos sopros de vida, felizes ou tristes, nos cabe prosseguir por estradas que nos façam bem, e sem ferir a tantos.
A graça da vida é apenas viver, o dom do amor, é apenas amar...e isso, é tudo!

Cristina Lira


17 comentários:

  1. Belas palavras, de grande força e coragem, adorei, beijos

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso!! as vezes é bom falar das dores, mas sempre é bom falar da superação, da felicidade e do amor... "E há amores que curam, que sabem fazer reparos nos corpos 'mutilados'." É bom isso né?!
    bjsss boa tarde!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto :)

    Bom,passando pra lhe desejar um excelente fim de semana.
    Tudo de bom :)
    .........................
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  4. Cris! Lembrou-me uma musica que gosto muitissimo, "Eu fico com a pureza da resposta das crianças, e a vida e bonita e e bonita!" (Gonzaguinha). Bjãoooo e otimo fim de semana!!

    ResponderExcluir
  5. Um chá bem aromático!
    Gostei muito desta tarde.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  6. perfeito Cris!
    beijos querida e um lindo findi.

    ResponderExcluir
  7. Tem um selo esperando por você no blog de selos do arteseescritas. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  8. Espetacular estas palavras...
    Nos faz refletir sobre tudo que nos aconteceu na vida e nos ensina a superar e voltar a viver...

    ResponderExcluir
  9. Se nao vamos falar de tristezas falemos daquilo que nos traz tanta felicidade... amor... tenho em meu peito algo vivo... que na sua chegada pula, dança, grita!! esse é amor... e que prazer tenho em dizer
    te amo!!!demais!!!
    bjss

    ResponderExcluir
  10. Oi menina Cris...

    Quanta saudade ! Cá na terrinha fria do Sul, muito trabalho, mas muito mesmo...cansaço físico e mental, e saudade de passear pelos blog's amigos com mais calma, tentando absorver aquilo que o pessoal anda colocando para fora....hehehe

    Sobre teus textos, seria redundante falar em beleza, poesia, amor e fé...e também sobre esse complicado mundo que é nosso EU INTERIOR...onde esconde-se muita de nossa essência, e não sabemos aproveitar, buscando exteriormente metas as vezes inatingíveis...

    Um beijo carinhoso Cris...Deus te abençoe...muitos e muitos xerossssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Palavras lindas, impregnadas de esperança. É essa esperança que devemos levar sempre connosco, na nossa vida. :)

    ResponderExcluir
  12. Hey, decidi fazer um facebook para O meu reino da noite, por isso não te acanhes e bota um like!
    Beijinhos *

    ResponderExcluir
  13. boa noite cris
    pra variar perfeitas palavrass sdd de passar aqui no seu cantinhuu bjuss minha lindaaa

    ResponderExcluir
  14. Seu post ficou lindo. Passado deixa cicatrizes, mas o presente as esconde, se a pessoa tem esperanças para renascer.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Passando para te agradecer pelo carinho e apoio..te adoro .amo aqui e tu sabes..bj..bom dia

    ResponderExcluir
  16. Bom dia,Cristina.Muito bonito o seu poema.Ele fala das coisas reais com uma delicadeza muito grande.
    Concordo que nem tudo é belo, nem tudo são rosas se abrindo(como escrevi em um poema meu),contudo, todas as fases da vida tem de ser vividas.Adualidade sempre existirá, pois é inerente ao ser humano.
    Claro que é excelente na maior parte do tempo vivermos um amor como você desceveu, cicatrizante.Interessante é sabermos ou procurar sabermos como iremos lidar com a dualidade.
    Que venham os raios, a tempestande e a calmaria.
    Sairemos vitoriosos, seja aprendendo com as próprias decepções!
    Umgrande beijo, fique com Deus, e um excelente dia!

    ResponderExcluir
  17. gosto de vir aqui Cris e encontrar esse jeito meigo e romântico que você expressa muitíssimo bem. Parabéns sempre pessoa linda.

    "Queria eu os versos do reverso,
    na vida escrever,
    Ser poeta e romances para em mim lá viver.
    Estou certa.
    Ser incerto a certeza do saber.
    Sou humana;
    Desumana já não posso me escrever." LUCIENE RROQUES (Agosto de 1992).
    Um grande abraço pra você!

    ResponderExcluir