terça-feira, 7 de junho de 2011

É assim!




Levanta-te, oh! Minha amada
Eis que o inverno passou e tudo cessou
E você pensando ainda esta aí
Não sabendo que tudo pode se acabar.

A figueira já deu seus frutos
As flores apareceram na terra
O tempo vem com seu futuro
Que o vento simplesmente os leva.

Agora podes olhar e perceber
Que quanto mais tempo passa
Mais me fazes compreender
Que ainda amo você.

Por Fernando Medeiros   


Nenhum comentário:

Postar um comentário