quarta-feira, 13 de abril de 2011

Ondas que engolem


Ondas gigantes carregaram minha tripulação, e afogaram a embarcação.
Ondas gigantes engoliram tudo e depois vomitaram nas costas do mar, depois arremessaram na areia o que lhe pesava.
Gigantes eram as ondas que afogaram minha embarcação.
Mas eu conheço os mares. Eu sou pirata.


Cristina Lira


5 comentários:

  1. oiii pirata.. rsrsrs...
    tudo bem minha linda? faz um tempinho que não venho aqui..parece que cada vez que venho fica mais bonito. adorei esse post.
    viajei na foto.. é impressionante as coisas de Deus né..
    que imensidão é o mar.. *--*

    um bjãoooo pra ti

    ResponderExcluir
  2. Lindo e original o poema, as mares são como a vida e temos que conhecer bem para que suas "ondas" não nos peguem, beijos.

    ResponderExcluir
  3. VERSOS GIGANTES Cristina !

    Un abrazo bien fuerte

    ResponderExcluir
  4. **interessante... por ser pirata sabe que mesmo diante das perdas só basta construir um novo navio e vou tar ao mar!
    bjss

    ResponderExcluir
  5. .


    As mesmas ondas que te metem medo,
    adernam o teu barco e te cospem os
    mortos. São elas que te rastejam
    aos pés e por sob a tua saia te
    olham as vergonhas que trazes em
    meio as pernas...

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir