terça-feira, 29 de março de 2011

Quem disse isso?



E quem disse que não?
O trapézio ainda está lá, olhe os palhaços com seus sorrisos disfarçados, nada mudou tanto assim, nós é que mudamos muito... os mágicos, as bailarinas.Todos, poucos ou muitos, estão lá.
E quem disse que é proibido comer pipoca? E no meio da rua dá cambalhotas?
Quem foi mesmo que criou todas as regras chatas?
Quem te proibiu de ser você? De ficar a vontade, onde lhe der vontade?
Inventaram o preto e branco, mas criaram também um mutirão de cores, e de algumas nem sei o nome, usamos apenas preto e branco se quisermos.
Quem disse que não se pode usar sapato vermelho, calça azul e blusa amarela ao mesmo tempo? Quem???
Quem disse que o cabelo tem sempre que estar certinho? E a roupa engomadinha?
O melhor, quem disse que não podemos sonhar, ousar... girar até cair. 
Dançar os passos desconhecidos aos olhos dos coreógrafos.
Quem disse? Realmente!
Algumas pessoas se perdem em padrões, e vivem acompanhando o tal de "sistema".
Não se venda, e reaja a esse assalto. Não se perca de você. Não deixe de fazer as coisas que gosta só porque não se encaixam no que a maioria faz.
Quem disse que nós não podemos ser felizes? Quem disse que ser feliz é difícil?
Ser feliz é um processo...de todos os dias, e não algo que acontece no fim da vida.

Cristina Lira



7 comentários:

  1. Cristina que texto lindo e verdadeiro. É preciso mesmo se ver livre das amarras do sistema e não ter a vergonha de ser feliz e isso é um aprendizado diário e para toda a vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Então... boralá ser feliz [:)]
    Beijocas em seu coração Cristina!

    ResponderExcluir
  3. E que processo lindo...Beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  4. Bela mensagem!
    Realmente as pessoas deixam-se levar pelas modinhas ridículas que elas mesmas fazem. Rir alto, falar alto, dançar (do nada) no meio da rua, gritar e cantar nas ruas, andar com sapatos coloridos, com blusas e roupas que não tem nada a ver... Enfim, e o que é que os outros tem a ver se eu faço isso ou não? Eu estou sendo feliz desta maneira? - Lembrando que isso não é um fora. É apenas um cuidado que todos deveriam ter para não perder a essência humana. O que você é, de verdade? Uma imitação dos outros? Até ontem você andava com os cabelos pintados duma mistura de rosa, amarelo e azul, e hoje aparece com eles pintados de preto, por que? Porque as pessoas têm cabelo preto? Ou porque não quer ser o DIFERENTE? Tinha argumentos contra o aborto (ou qualquer outro tema polêmico) e da noite pro dia calou-se. Por que? Tem vergonha de mostrar o que você acha, o que você acredita, o que você sente? Tem medo do que as pessoas pensem sobre você? Mais uma vez não quer ser o diferente... ou melhor, o DO CONTRA? Bom, de fato, VOCÊ TEM VERGONHA DE VOCÊ ou VOCÊ TEM MEDO DAS PESSOAS? Eu sinceramente, preciso lhe dizer que você é um bobão! Como você tem a ousadia de não ser VOCÊ, enganando a sociedade e as pessoas que você ama com a maior cara de pau, ao transmitir palavras, expressões, gostos e preferências, atitudes e, enfim, coisas que não são suas, mas apenas cópias do que a maior parte da população é - ou melhor, (re)copia? Porque isso tudo (de modinhas) não começou de um mutirão de pessoas não... foi aos pouquinhos, um ali, outro aculá, até formar essa rebelião que massacra os gostos e as atitudes das pessoas, fazendo-as mudar de lado. Bom, a vida é minha, então eu sou feliz da minha maneia, sorrio da minha maneira, choro quando/onde/como quiser e faço tudo da minha maneira. Eu não vivo para ninguém a não ser Deus. Então se você não é Ele cuide de dar conta da sua vida ao invés de copiar os modelos das outras pessoas que copiam modelos de outras que recopiam de outras e de outras e que blablabla... Apenas seja você e me deixe em paz. E, uma coisa que eu não poderia deixar passar, não tenha MEDO das pessoas, embora algumas pareçam ser monstros, não são. E sempre há uma maneira de conquistá-las. Então faça o que quiser sem se preocupar se isso vai atingir fulano ou sicrano. Suas atitudes é você quem toma, não deixe que milhões de pessoas manipulem você. E, se você é, realmente, desse tipo, é hora de se reconstruir. Passe uma borracha nessas suas atitudes e tenha a essência que Deus lhe deu - isso, realmente, importa.

    Beijos Cris!

    Com amor,
    |Cynthia|

    ResponderExcluir
  5. O mais importante é ser feliz...e pra isso temos que fazer e ser gente...livre...Sem cadeias.Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Eh preciso coragem para livrar-se dos padrões q a sociedade nos impõe.. eh preciso coragem para mostrar a verdadeira face. Eh preciso coragem pra ser totalmente feliz!

    ResponderExcluir