quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

O medo das máscaras



Tenho medo das mascaras que me olham, das formas iguais e das cores repetidas.
Máscaras que parecem sorrir, não se sabe se fala a verdade ou se está a mentir.
Tenho medo desse medo mascarado que me atordoa
Que me faz ver as coisas um tanto loucas.
Mas que me assustam, é verdadade,
Estas máscaras enfileiradas.
Nunca param de sorrir, antes fosse com a alma, mas é com a boca da máscara...
Vou fugir daqui, antes que me caia uma dessas na cara e eu não haja por mim.
E se uma dessas me cair, prefiro já não mais existir.


Cristina Lira

Um comentário:

  1. A maioria vive mascarada, para esconder seus medos e suas fraquezas.
    Bjux

    ResponderExcluir