sábado, 19 de fevereiro de 2011

Gosto...

Gosto...
Deste teu jeito de sorrir
De como contas tuas histórias.
Do jeito perdido com que te metes nos assuntos
Do modo descontraido que usas para pensar

Gosto...
Das tuas palavras delicadas
Da segurança que o homem em você ergue no ar
Dos passos calculados
O modo como apoias o queixo sobre as mãos

Gosto...
Do gostar inesperado
Do sabor apreciável deste gostar
Até mesmo o jeans amarrotado
A camiseta solta ao ar... coisas bobas...
diante do olhar que faz gostar...

Cristina Lira

Um comentário:

  1. Quando se gosta... qualquer gesto agrada ao olhar.

    Bom fim-de-semana

    Runa

    ResponderExcluir