Atestados


Me distraio na multidão
Me abraço na solidão
Simulo um sorriso
Quando na verdade não é nada disso
Me torno invisivel como quem não tem alma
Me calo e isso me acalma
Os gritos que me cercam
vão me enterrar viva
Pois se agora estou morta
quando morta terei vida
Na tempestade não me encontro
se sou os passos da brisa
Vou carregando as correntes
que aos meus pés mantem dormentes
A noite tem toda minha escuridão desmedida
E do dia eis-me uma foragida
.Se esta espada me fere
a escolha não foi minha...

C.Lira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais