quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Recado pra você!


A você que me visita, prazer em conhecer!
A você que me segue, obrigada pela amizade!
A você que lê, obrigada por compartilhar seu precioso tempo comigo!
A você que comenta, saiba que é no meu coração que escreves!
A você que divulga, receba meu abraço e um xero no coração.
A você que me visita, segue, lê, comenta e divulga...puxa! Obrigada. Saibas que já faz parte da minha vida!(C.Lira)

Você lembra?

Feche os olhos e contemple-se...
Tanta estrada percorrida, tanta vida já vivida e tanta coisa pra se viver!
Lembre-se de quando era criança e de como se saia bem quando se determinava a resolver um problema.
Lembre-se das dúvidas mirabolantes que lhe vinham a mente, e das certezas errantes de adolescente.
Qual foi mesmo o seu primeiro presente? Você ainda lembra?
E as vezes que pregavas peças nos coleguinhas, você se divertia muito com isso...
Momentos em que elogiou sua familia e os que criticou alguns parentes.
Você lembra quantas lágrimas derramou por quem já não está mais neste mundo?
E os primeiros amores, talvez hoje você se pergunte: Eu fiz mesmo isso? Não acredito!
E depois ri desses momentos!
E quando as paixões de criança passaram vieram aquelas que te fizeram sorrir, chorar, ficar uma noite inteira acordada(o) pensando no ser amado, lembra-se de como essas paixões pareceram eternas?
Os amigos que realmente foram amigos...
Desconhecidos que ajudaram quando mais precisava...
E os micos? A gente passa por cada um...tem que rir né? Fazer o quê!
Quem nunca passou por uma situação constrangedora diga "eu"...eu sou mentiroso! Hehe!
Feche os olhos, pense um pouco, ria mais de você mesmo...
Junte forças e permaneça firme neste caminhar...não desanima não!
Afinal, você já passou por tanta coisa, né!
Tem que fazer valer a pena... continue a trilhar seu caminho e daqui ha 20 anos, feche os olhos e recorde desses momentos que você está vivendo hoje... ( será que você vai lembrar que leu esse texto? rsrs)

Bjos!!! Cris Lira

Teus braços é
o porto de chegada
que desembarca
 meu cansaço e minha alegria.
Teu sorriso é o
Luzeiro que me ilumina por dentro
Teu beijo é o alimento
que disatina os sentimentos
pra vivermos nossos momentos.
Cristina Lira







Disfarçe


Estou fugindo para não ser notada, escapando entre becos e avenidas.
Já coloquei meu melhor disfarçe, não serei reconhecida.
Dispercebida, disfarçada, quase invisível. E tudo isso de propósito!
Não quero deixar pistas, rastros ou vestígios.
Passos largos e apressados, fugindo de uma multidão que quer fazer um circulo ao meu redor.
Fujo destes prédios, casas e barulhos.
Desta poluição, desta visão, estou saindo da linha de fogo dos fantasmas.
Meu disfarçe é o melhor, e logo cairá, assim que meus pés não estiverem mais aqui.
É mais dificil lidar com o desconhecido, e como desconhecida passo despercebida por ruas e avenidas, enganando a morte  e mendigando vida. Cristina Lira

Eu complico, tu complicas...

 Por que será que costumamos complicar tanto os fatos,
 fazer "tempestades em um copo com água"?
Nada é tão complicado que não possa ser resolvido,
 nós é que complicamos tudo!
Êh, mania!

Cristina Lira
Ilumine seu rosto com um sorriso e não o sepulte com lágrimas. Cristina Lira


Fazer acontecer


Dizem que enlouqueci por agi assim, pouco me importa! Corro todos os riscos, e sempre arrisco, mas não ficarei parada tentando advinhar como seriam os fatos, prefiro vê-los acontecer, fazê-los acontecer...
E se não conseguirem me entender apenas lamento, mas não irei parar pra explicar para onde se direcionam meus passos. Apenas estou seguindo...agindo...vivendo...não quero que me digam o que fazer, sei exatamente como me comportar e para onde ir. Não quero escutar essas vozes do além, a voz que importa é a minha, não existe caminho seguro, e o meu é bastante perigoso. Cristina Lira

Sem você meus dias saem da órbita e minhas horas se confundem, é melhor fechar os olhos e esperar sua voz me chamar, do contrário permanecerei assim, de olhos fechados, pra não ver toda essa guerra que acontece diante desse lento caminhar.
Cristina Lira

Ao lado


Não continue caminhando assim, distraído e preciptado dentro de você mesmo. Levante a cabeça, olhe pro lado, e me verás bem próxima a ti.
Estes problemas não podem ir te roubando assim, calma, será que a paciência não pode prevalecer por uns instantes. Deixe-me te abraçar, abafar toda essa turbulência.
De longe fico olhando tudo isso, a solução está tão clara.
Meus passos são silenciosos e posso chegar bem perto sem que me notes, porque na verdade só quero que possas olhar pro lado, e bem ao lado, ali estarei. Mas estás tão centrado em coisas insignificantes que aos poucos parece afundar, não se preocupe, ao lado...estarei ao teu lado...
Cristina Lira

Sempre aqui

Sempre estou aqui te vendo passar. Esperando a esmola de um olhar, de um oi, quem sabe... E de tanto te ver passar já me acostumei a te olhar, conheço todo seu percurso, seu jeito de caminhar.
Faz tempo que estou aqui, parada neste mesmo lugar, a vida correndo de minhas mãos, acho que está na hora de levantar, e ao invés de te ver de longe vou me aproximar.
Cristina Lira

Algumas pessoas não curtem nosso estilo! E daí? Isso não é motivo pra mudar. É motivo pra prosseguir e caminhar nas esquinas como se as ruas fossem nossas... (Cristina Lira)