quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Seja Fênix


Não permita que destruam seus sonhos, ou que te digam que não és capaz.
Use toda essa força que você bem sabe que possui, mas que por medo de errar não ousa tentar.
Não preste atenção demais no que falam de você, há momentos que é melhor fingir que não se pode ouvir. Porque se você parar toda vez que te barrarem na estrada, nunca sairás desta posição que estas hoje. Busque caminhos diferentes, sejam eles atalhos ou grandes estradas. Mas, por hipótese alguma, permita que matem essa necessidade que há em você de vencer e ser feliz.
Não dê permissão para que te machuquem.
Ninguém tem direito de ferir tuas esperanças, a não ser que você permita isso.
"Não...não...não!"Diga essa palavra se o "sim" for te levar a escravidão.
Você só não pode não tentar por medo de errar.
Renasça!Seja fênix!



Fenix - 1. Ave mitologica, que, segundo a tradição egipcia, durava seculos, e quando queimada renascia das cinzas. 2. Pessoa ou coisa rara.



Crédito: O significado de Fênix retirei do Minidicionário aurélio.
Minidicionário de Lingua Portuguesa Aurélio. Rio de janeiro, Editora Nova Fronteira, S.A, 2001.


Cristina Lira

O que você faz?

O que você faz
Quando não te compreendem?
Quando te aborrecem?
Te olham diferente, ou te tratam com arrogância?
O que você faz
Quando te amam?
Quando você ama e não é correspondido, ou quando te amam e você não ama?
O que você faz
Quado o tempo é curto demais?
Quando você precisa de " só mais um minutinho"e não tem?
Quando dá aquele nó na garganta e você não consegue falar porque quer chorar?
O que você faz
Quando acorda chateado?
Quando bate aquela vontade de gritar e não pode?
O que faz quando quer estar sozinho, ou quando quer ter muita gente por perto?
O que você faz quando
deixa alguem triste? Ou quando te entristecem?
O que você faz quando pensa no que fazer?
C. Lira

Prometo


Prometo não calar quando minha voz for necessária para que a verdade aconteça.
Prometo não me esconder se minha presença for extremamente importante.
Prometo ser ousada, atrevida e sem limites para defender aqueles que precisarem de mim.
Prometo não me ocultar se minha presença for fundamental a sua existência.
Prometo sorrir, mas se o sorriso dos meus lábios for espôntaneo e não uma obrigação.
Prometo chorar, mas por motivos realmente justos.
Prometo amar sem me questionar: porque?
Prometo sonhar e ri dos pesadelos.
Prometo que não sairei daqui, a não ser que precisem de mim em outro lugar.
Cristina lira