segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Razão perante o coração


Oh, razão!
Porque escarneces o coração?
Se nada podes diante da emoção?
E quando te metes
só apascentas desilusão.
Aquieta-te dentro de mim,
tu, que só poe em dúvidas os sentimentos.
O que será a razão,
perante a vontade do coração?
Razão que não sabe agir sozinha.
e que quer ser dona de tudo.
Se és tão boa em fazer avaliações
porque não me mostras o futuro?
Em cólera está meu coração
e ainda que me desfaleça a alma,
me poupem a voz da razão!

C.Lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário