quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Enterneço-me por mim,
pobre criatura que quer ser feliz,
mesmo se afogando todos os dias nas infelicidades construidas por outros.
Outros nem tão distantes assim,
antes o fossem!

C.Lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário