Enganando os medos


Vou seguindo, como quem conhece o caminho, me enganando por vezes nesses trilhos.
Estou suavizando a realidade, tentando deixa-la mais leve, menos pesada...
É difícil conter as lágrimas em alguns momentos,
mas tenho o poder de conte-las ou disfarçar em um simples cisco no olho.
É difícil fazer quase tudo, mas nada teria graça se fosse fácil de realizar, perderia o sabor de guerrear por algo, não haveria o gosto da vitória, e o sorriso espantoso do "eu consegui".
Vou seguindo, finjo que conheço o caminho.
Na verdade não conheço esta estrada, mas trilho-a sem medo, porque me engano dizendo "tá tudo bem, não precisa ter medo", e funciona...e vou seguindo...
E os monstros vão desaparecendo aos poucos, e eles tem medo da minha aparente falta de medo.
Tenho tantos medos aqui dentro...mas não os deixo escapar aos olhos de ninguém, assim pareço forte, e consigo driblar a fraqueza e a incapacidade.
Nada aqui irá me fazer afundar, e se isso vier a acontecer, não tem problema, eu aprendo a nadar.

Cristina Lira

Comentários

  1. A-mei este texto!!!!somos acho que, quase todas assim não é mesmo??? Lindo lindo, parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  2. Somo assim, mas infelizmente não conseguimos enganar os nossos medos verdadeiramente, apenas a nós mesmo em uma tentativa insana de fugir do nosso pior carrasco... Acho que esta chegando à hora de encarar meu carrasco.... Não dar para fugir pra sempre de nós mesmo, não é?
    Adorei o texto.

    Poeta da alma.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais