sábado, 27 de novembro de 2010

Venha comigo


Venha comigo, não tenha medo.
Segure minha mão, eu já conheço este caminho.
E até sei a saída, o que você vive agora não é diferente do que vivi.
Deixe-me te guiar, verás que teus passos não serão em vão.
Posso mostrar todos os caminhos possíveis,
mas me reservo a não querer percorrer todos eles.
Permita-se vir comigo, ao menos uma vez,
nem que seja em uma única estrada.
Acredite, ao segurar minha mão andarás de olhos fechados.
Não resista tanto, apenas venha comigo.
(C.Lira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário