A última carta


Escrevo hoje a última carta antes da minha partida, as últimas palavras que ainda restam em meu precário vocabulário...registro estes últimos instantes com incessante escuridão em volta de uma fraca claridade que a cada instante se rende e se ajoelha ao que parece implacável.
Antes que minha luz se apague saiba que odiei com muita força todos que me jogaram de prédios altos e arrancaram minhas asas na hora do voo tirando assim meu direito de viver além do planar.
Que embora o ódio tenha se feito presente em alguns momentos não foi comparável ao amor que se apegou ao meu peito e escravizou meu coração, com uma escravidão obrigatória, porém, voluntária.
Amo todos que conheço e os que desconheço, assim como me toma a raiva de muitos que conheço e de tantos outros que deconheço, e que apenas conheço pelas suas ações ou pecados mortais.
Tive paixões que foram conhecidas, mas as melhores foram aquelas que ninguém nunca ficará sabendo, e isto me dá uma alegria louca e debochante sobre os curiosos.
E tenho hoje neste último dia uma paixão que me incendeia a alma e esculpe os polos dos meus pensamentos, este amor que é só meu, e de apenas meu conhecimento é grande e displicente, doce e as vezes amargo, limitado ao mundo e infinito em mim. Inexistente aos olhos de todos, e isto muito me alegra.
Apenas conto os segundos que me afastam agora da tão temível procissão, e nesta não estarei na fila, mas carregada por fileiras de pessoas em silêncio. E tudo que queria falar já foi dito nas tantas outras horas que ficam pra trás, e apenas aguardo a chegada do meu amor, que já vem a caminho para me ver antes que meus olhos se cerrem.
Cristina Lira

Comentários

  1. Olá Cris, pode divulgar sim fique a vontade, estou aqui para auxiliar no que for possível, espero que minhas postages possa sempre contribuir, muitas pessoas acompanham o meu trabalho, em jornais palestras e via web e isso é gratificante, pois assim tem-se maior vontade de trabalhar. A última carta é um lindo texto Cris parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais