quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Naufrágio

Que angústia é ver o céu tão perto e não poder tocar
Sentir as estrelas queimar todo meu corpo e o fôlego faltar
Só de ver e estar perto deste céu
Tremo ao sentir suas energias
E clamo alto para que notes ó céu
Que a angústia de estar perto de ti é demais pra mim
Estou naufragando neste mar
Ajude-me, não me vês?
Céu, que lindo é este azul
E neste naufrágio é a única coisa que vejo
O eco da minha vontade explode em minúsculas partículas
O desejo de te tocar me invade e me aprisiona
Até quando ficarei a comtemplar-te?
Compadece-te de mim...
Cristina Lira


Um comentário:

  1. Lindo querida amiga. Que suplício desejarmos algo que está tão perto e estar tão longe do nosso sentir. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderExcluir