terça-feira, 9 de novembro de 2010

Essa certa distância (C. Lira)

Algumas vezes tão perto

Outras vezes tão distante

Não sei se devo sorrir

Ou quem sabe respirar profundo

Te quero por perto e somes

Te quero bem longe e regressas

Nunca estás perto demais ou longe


Mas sempre te conservas  a uma certa distância

...

Cristina Lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário