quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Culto a alegria




Te exalto doce alegria que enaltece minha alma
e que arqueia sorrisos involuntários em minha face
Me possua de uma forma que seja pra sempre.
És como uma forte droga de efeito imediato
difundindo-se em cada parte do meu ser
Rendo um culto a esta alegria que me dá prazer
e que dissipa esse céu negro da minha frente.
Estremeço a esmo
por tanta alegria que explode em mim.
C. lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário