Tal tristeza


Essa Tristeza que aflige meu coração
Consome todos os meus sentimentos.
Todas as milhares de almas perdidas
Misturadas às ilusões deste mundo
Todos os versos mortos,
E os pensamentos quebrados.
Deleito-me nos sonhos.
E ouço o seu clamo
Sozinho sem amor.
E a Morte vem me chamar,
Recomponho-me das cinzas espalhadas,
E de todo o meu encanto,
E das noites frias em meu
Castelo Negro.
Minhas suplicas não são ouvidas.
Ninguém entende.
E nas minhas palavras expresso
Toda a minha cólera.
Entendes a minha dor?
Entendes porque não quero ser dono
Do meu próprio domínio.
Calo-me, peço silencio a todos os gritos.
Ainda espero as suas palavras entre os espinhos
De consternação cravados na alma.


Postado por Anjo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende... - Willian Shakespeare - ( Um dos textos que gosto)

Valorize a pessoa que está ao seu lado e que te aceita como és...

A vida passa rápido demais