quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Meu bem


Meu bem tem sabor de vida, de esperança...
Meu bem tem um não sei o que que ninguem tem.
Ninguém nesse mundo todo se parece com meu bem.
Ele tem cheiro de chuva quando bate na mata e na terra seca.
Tem um sorriso parecido com de um anjo,
coisa que não existe nessas redondesas.
Meu bem quando anda parece flutuar
e quando fala é como um coro celestial a cantar.
Até suspeito que não por acaso, quando DEUS criava o mundo
o fez com cuidado, preparou um dia todo para que ele fosse criado.
Meu bem quando me toca é brasa que levanta fogueira
Quando se afasta é cinza que vira poeira.
Com meu bem sou dona do mundo
Fada, anjo, bruxa e feiticeira. Cristina Lira

Um comentário: