quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Devagar

Não: devagar.
Devagar, porque não sei
Onde quero ir.
Há entre mim e os meus passos
Uma divergência instintiva.
Há entre quem sou e estou
Uma diferença de verbo
Que corresponde a realidade.

Álvaro de Campos

Heterônimo de Fernando Pessoa, em Ficções do Interlúdio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário